BLOG





Qual é a importância de fazer um Check-up?

Ter uma vida saudável requer muito mais atitudes, do que apenas manter uma boa alimentação e a prática de exercícios físicos. Claro, que ambos ajudam e muito a mantê-la, contudo, sozinhos não são suficientes para manter um alto nível de qualidade de vida e a saúde em dia.

Os cuidados com a saúde estão em cada detalhe. Um dos passos mais importantes para manter a saúde em dia é a realização periódica de consultas e exames médicos. Essa visita de rotina possui um nome, são os famosos Check-ups.

Através do Check-up é possível aumentar ainda mais a sua qualidade de vida, mas claro, ele oferece muitos outros benefícios, por isso no artigo de hoje iremos te explicar o que é e qual é a importância de fazer um Check-up. Confira!

 

Oque é um Check-up?

O Check-up, nada mais é do que uma avaliação médica de rotina, na qual são realizados exames específicos, levando em consideração diversas características pessoais do paciente, como sua idade, sexo, histórico familiar, etc.

 

Como o  Check-up interfere efetivamente na saúde do paciente?

O Check-up atua na vida do paciente de forma preventiva, ou seja, através dele é possível identificar alterações no organismo, problemas e/ou doenças. Muitas delas podem não apresentar nenhum tipo de sintoma, por isso só são detectadas através da realização de exames periódicos que avaliam o seu organismo.

 

Quais são os benefícios de realizar um Check-up?

Obter um diagnóstico precoce é um ponto-chave para obter sucesso no tratamento da maior parte das doenças e aí está a importância da realização do Check-up.

Ele auxilia na prevenção de doenças, possibilitando a busca por informação em estágios não avançados ou evoluídos da doença, além da possibilidade de realizar ações preventivas para amenizar as chances de adquirir doenças ou piorar o quadro de alguma.

Dentre essas ações estão as vacinações, uma dieta equilibrada, criar uma rotina de exercícios físicos, orientação para hábitos mais saudáveis, como deixar defumar ou de ingerir bebidas alcoólicas.

 

A importância de fazer um Check-up

Já deu para perceber o quão benéfico o Check-up pode ser para a sua saúde. Mas claro, que eles vão muito além disso.

 

Trate sua saúde como prioridade

Saúde não tem preço! Essa é uma máxima, que você muito provavelmente já ouviu falar e que todos devemos levar muito a sério. Sim, esse é um fato, saúde realmente não tem preço e ela é o nosso principal bem, por isso fazer um Check-up com certa frequência é ter uma responsabilidade consigo mesmo, é demonstrar autocuidado e preocupação com a própria saúde.

Diversos benefícios vêm a partir da realização de um Check-up.

Quando temos a saúde em dia, ficamos mais propensos a ter uma redução de estresse, ansiedade e nos focamos mais no presente e até traçamos com mais vigor metas e planos para o futuro, tendo em mente uma saúde em dia.

 

Previna doenças

Como já citamos, muitas vezes nosso corpo não dá sinais deque algo está errado. Existem diversas doenças que são assintomáticas, ou seja, que não apresentam quaisquer sintomas visíveis ou aparentes e isso não significa, que ela não está agindo e afetando o seu organismo. Por isso, a realização de um Check-up é mais do que essencial para identificar doenças como essas e iniciar o tratamento da forma mais rápida possível.

Qualquer doença, independentemente de seu tipo, possui mais chances de ser tratada a partir de um diagnóstico precoce. Identificando-as em um estágio inicial os tratamentos são muito mais eficazes e potentes, oferecendo ao paciente maiores chances de obter sucesso e ser curado.

 

Conheça seu histórico familiar

Outro ponto que muitos desconhecem, é que diversas doenças podem ser herdadas devido a própria genética. Conhecer o histórico de saúde dos membros da sua família, é mais do que importante e pode até mesmo ser o primeiro passo para a prevenção e detecção de doenças em seu estágio inicial.

Alguns exemplos de pessoas, que na família possuem casos de doenças cardiovasculares, câncer e diabetes, estão mais propensas a desenvolverem essas enfermidades. Daí surge a importância da realização de um Check-up. A partir dele as doenças serão descobertas logo no início e os tratamentos terão muito mais chances de sucesso.

 

Redobre os cuidados ao atingir uma idade avançada

Independente da idade, é essencial manter o cuidado com a saúde e se prevenir. Contudo, ao entrar na idade mais avançada, mais especificamente após os 40 e 50 anos, a prevenção torna-se ainda mais essencial. Isso acontece, pois com o passar dos anos o corpo passa por transformações, que mudam nosso organismo, deixando por exemplo nosso sistema imunológico mais vulnerável, nossa capacidade de recuperação mais lenta e esses dois pontos tornam mais propício o surgimento de outras doenças.

Por isso, ao chegar aos 40 e 50 anos, os cuidados devem ser redobrados e eles se tornam essenciais para que chegue na terceira idade com saúde e tenha uma boa qualidade de vida. Nesse momento, uma boa opção é procurar por um bom geriatra, pois ele é um tipo de médico focado na prevenção e tratamentos de doenças, que estão associadas a idade.

 

Cuidados especiais para mulheres

As mulheres possuem características específicas em seus corpos, que requerem atenção e cuidados redobrados. Uma das características que mais necessitam de cuidados especiais é o sistema reprodutivo.

Para que sejam identificadas doenças previamente e as doenças sejam tratadas com eficácia, anualmente devem ser realizados alguns exames, como:

  • Mamografia – tem como objetivo avaliar as alterações nas glândulas mamárias. Este é recomendado para mulheres acima dos 40 anos de idade, contudo aquelas que possuem histórico de doenças na família, devem começar aos 30;
  • Papanicolau – tem como objetivo identificar alterações no colo do útero;
  • Ultrassom endovaginal – tem como objetivo a avaliação detalhada dos órgãos presentes na região pélvica.

 

Quais são os exames realizados em um Check-up?

Diversos exames podem ser realizados em um Check-up, isso vai depender de cada organismo e das necessidades, que o seu médico identificar, contudo os mais comuns de serem realizados são:

  • Colesterol e Glicemia – proporciona a análise da concentração de gorduras e açúcares presentes na circulação sanguínea;
  • Eletrocardiograma – avalia o sistema cardiovascular através do uso de eletrodos;
  • Hemograma – avalia o estoque de células vermelhas e brancas no organismo através do exame de sangue;
  • Mamografia – avalia a situação das glândulas mamárias;
  • Ultrassom – avalia a situação dos órgãos e tecidos do corpo.

Claro, esses não são os únicos exames solicitados em um Check-up, como citamos acima, são os mais comuns. Contudo, o seu médico irá avaliar o seu estado, as suas características e avaliar a necessidade de indicar e solicitar a realização de exames mais específicos ou até mesmo o encaminhamento para outro especialista.

 

Com esse artigo você conseguiu entender qual é a importância de fazer um Check-up e notar, que através dele é possível prevenir doenças com eficácia, identificar doenças previamente e realizar tratamentos com mais eficiência. Por isso, realize o Check-up regularmente.

Gostou do nosso conteúdo? Acesse nosso blog e descubra muitos outros superinteressantes. Aproveite e acompanhe nossas redes sociais para mais dicas: Instagram e Facebook.

E lembre-se, conte sempre com o Laboratório Exame para realizar os seus exames com eficácia e qualidade. Caso queira agendar o seu, ligue para o telefone (18) 3622-0011 ou através do WhatsApp (18) 98119-3963.

LEIA TAMBEM

Saúde do homem - Exames importantes que todo homem deve fazer periodicamente

Exames preventivos são importantes em todas as idades, seja você uma pessoa ativa, que pratica atividades físicas regularmente ou mesmo uma com a rotina mais tranquila e monótona, saiba que se prevenir é um dever de todos e garante um futuro mais sadio.

Em diversos países, incluindo o Brasil, o índice de cuidados com a própria saúde por parte da população é moderado, porém as pesquisas apontam um nível bem menor de preocupação em relação às doenças entre o público masculino – fator que preocupa as autoridades de saúde. Um ponto bastante comentado em relação a isso, é que a maioria dos homens costumam realizar consultas médicas por influência de familiares ou quando sentem sintomas anormais pelo corpo, raramente se atentando sozinhos a essa prática.

Outro ponto é que campanhas públicas e privadas do Brasil, como Outubro Rosa e Novembro Azul, costumam receber maior adesão do público feminino, resultando em números alarmantes para a parcela masculina da população nacional. É estimado, que os casos de Câncer de Próstata em território brasileiro sejam descobertos em estágios avançados, por cerca de 35% dos homens. Muitos médicos acreditam, que o fator cultural seja o principal impeditivo nesses casos, uma vez que é bastante comum ouvir pessoas dizendo o quanto se importam mais com a saúde de amigos e membros da família do que com a sua própria.

Sabemos, que além da genética, os hábitos exercem grande influência em nossas vidas. Sendo assim, adotar práticas saudáveis aliadas ao acompanhamento médico torna-se a principal receita para a longevidade e maior qualidade de vida no presente e futuro.

Precisamos mudar essa cultura, para todos entenderem que prevenção não é uma necessidade exclusiva das mulheres.

 

A importância da prevenção na saúde

A prevenção é importante por colaborar com uma série de benefícios, já que realizar exames de rotina e se atualizar sobre os sintomas relacionados às doenças, permite que diagnósticos precoces sejam feitos e também que o tratamento correto seja aplicado a tempo. É possível também, que os exames revelem tendências hereditárias ou predisposições às doenças, como Hipertensão, Colesterol Alto e Diabetes, entre outras. Fique atento!

 

Exames importantes que todo homem deve fazer periodicamente

Para te ajudar nesse processo, traremos dicas de como começar essa nova rotina. Comece agora mesmo a se cuidar melhor e crie um roteiro. Em breve esses hábitos estarão presentes em seu cotidiano de forma natural e você começará a incentivar as pessoas ao seu redor a fazerem o mesmo.

Vamos listar alguns exames clínicos e laboratoriais, que os homens devem realizar periodicamente, confira a seguir:

 

1. Exame de próstata

Esse é um dos exames mais temidos e que se tornou um tabu para os homens, mesmo sendo um dos mais necessários. O exame de toque, segue sendo muito eficaz na realização de diagnósticos precoces do Câncer de Próstata.

O exame de toque aliado ao exame PSA (Prostate-Specific Antigens ou antígenos específicos da próstata em português) servem para detectar precocemente casos de Câncer de Próstata e até mesmo outras condições, como a Hiperplasia Prostática Benigna e a Prostatite.

O ideal é, que homens a partir dos 40 anos comecem a realizar o exame, quando há fatores de risco. Caso não haja sinais da doença, os exames podem começar a partir dos 50 anos.

 

2. Níveis de colesterol

Doenças cardiovasculares se desenvolvem nos homens com mais facilidade e um aliado dessas doenças é o colesterol. Sendo assim, é recomendado que os homens realizem exames, que identifiquem os níveis de colesterol regularmente. Um simples exame de sangue é capaz de identificar tais níveis.

 

3. Teste de glicemia

Muitas pessoas descobrem que tem diabetes, após a doença atingir um grau muito avançado no organismo, já que a mesma não possui sintomas severos e pode acabar passando despercebida.

O mesmo exame de sangue, que revela os níveis de colesterol consegue identificar também a glicemia (açúcar no sangue) e realizar um diagnóstico precoce. Após os 20 anos, é recomendado realizar ao menos, um exame de sangue por ano.

 

4. Detecção de DSTs

Pessoas sexualmente ativas, mesmo estando em um relacionamento estável, devem realizar exames de sangue com frequência para identificar possíveis doenças transmissíveis, tal como a Hepatite C e o HIV. Tanto homens, quanto mulheres devem se atentar bastante a esse tópico, tomando sempre as medidas mais seguras durante as relações íntimas.

 

5. Colonoscopia

A partir dos 50 anos é ideal, que os homens realizem a Colonoscopia, procedimento que busca identificar feridas e outros sinais, que possam diagnosticar câncer no reto ou no intestino grosso. O procedimento analisa em detalhes a saúde da mucosa intestinal, com o auxílio de um tubo óptico. A introdução do tubo é feita no reto.

Se houver casos de doenças semelhantes na família, é recomendado que o exame seja feito antes mesmo dos 50 anos.

 

6. Exame oftalmológico

Para além dos óculos de grau, os exames oftalmológicos de rotina são essenciais para a vida de qualquer pessoa, da infância até a terceira idade. Existem doenças, que são diagnosticadas apenas pelo oftalmologista, como Descolamento da Retina, Glaucoma, Catarata, Hipertensão Ocular, etc.

Fique sempre atento ao histórico familiar e aos sintomas, que podem surgir durante os anos.

 

Exames preventivos podem diagnosticar uma série de doenças. Realizando esses exames regularmente, o público masculino pode conquistar uma vida mais longa, feliz e saudável. Pesquisas apontam, que os homens brasileiros vivem em média, alguns anos a menos que as mulheres e apresentam maior incidência de algumas doenças. Esses dados reforçam a importância de uma maior atenção com a saúde do homem, um bem que será feito não só para ele, mas também para toda a comunidade.

Gostou do nosso conteúdo? Acesse nosso blog e descubra muitos outros assuntos superinteressantes. Aproveite e acompanhe nossas redes sociais para mais dicas: Instagram e Facebook.

E lembre-se, conte sempre com o Laboratório Exame para realizar os seus exames com eficácia e qualidade. Caso queira agendar o seu, ligue para o telefone (18) 3622-0011 ou através do WhatsApp (18) 98119-3963.

 


Câncer de Próstata: sintomas, causas, diagnóstico e tratamentos

Estamos no Novembro Azul, uma campanha criada com o intuito de conscientizar sobre doenças masculinas, tendo ênfase no Câncer de Próstata. Esse é o segundo tipo mais comum de câncer entre a população masculina brasileira, ficando atrás apenas do câncer de pele.

Por ser tão comum, é preciso ressaltar a extrema importância do cuidado e prevenção contra essa doença. Contudo, muitos não sabem ao certo o que é e nem como essa doença age no organismo, por isso no artigo de hoje iremos falar mais sobre o Câncer de Próstata, seus sintomas, causas, diagnóstico e tratamento.

O que é o Câncer de Próstata?

A próstata é uma pequena glândula muito importante, que é parte integrante do sistema reprodutor masculino. Sua função é produzir o fluído, que protege e nutre os espermatozoides no sêmen, tornando-o mais líquido. Fica localizada na parte baixa do abdômen, próxima à bexiga, ao reto e à uretra. 

O Câncer de Próstata se desenvolve a partir de uma multiplicação desordenada das células da próstata. A glândula endurece e surge um tumor. Essas células anômalas conseguem invadir os tecidos do organismo e se disseminar por diversos outros órgãos, o que complica e aumenta a gravidade da doença.

Quais são as causas do Câncer de Próstata?

É difícil concluir qual motivo específico, leva as células da próstata se reproduzirem de forma anormal, o que dá origem ao tumor. Contudo, existem os fatores de risco, que são algumas condições e comportamentos, que podem facilitar o desenvolvimento da doença. 

Os principais são:

• Idade acima de 50 anos;

• Histórico familiar de parentes de primeiro grau, que já tiveram Câncer de Próstata;

• Sedentarismo e obesidade;

• Maus hábitos alimentares;

• Altas taxas de estrogênio;

• Nível de poluição ambiental.

Quais são os sintomas do Câncer de Próstata?

O Câncer de Próstata é uma doença traiçoeira, pois é assintomática, ou seja, em sua fase inicial não manifesta sintomas graves ou alarmantes, o que ajuda a se desenvolver e avançar. Por isso, é extremamente importante a realização de exames preventivos constantes, dessa forma qualquer alteração pode ser identificada precocemente.

No entanto, quando o caso se agrava e o Câncer de Próstata atinge uma fase avançada, são apresentados sintomas como:

• Dificuldade para urinar;

• Interrupção do fluxo de urina ou até obstrução completa da uretra;

• Aumento da necessidade de urinar e dá a sensação de bexiga cheia, mesmo após urinar;

• Dificuldade para manter ereções;

• Dor ao ejacular;

• Sangue no sêmen;

• Dores ósseas;

• Infecção generalizada;

• Insuficiência renal.

Claro, os sintomas variam de paciente para paciente e de quadro para quadro, por isso ao sentir e/ou notar qualquer um desses sintomas procure o quanto antes um médico para avaliação.

Como é feito o diagnóstico do Câncer de Próstata?

Normalmente, em homens acima dos 50 anos de idade é realizado o exame de toque retal e dosagem de PSA, que é feito por meio de um exame de sangue. Ambos os exames são essenciais para a identificação da doença, pois um pode complementar o outro.

Pacientes que possuem altos fatores de risco, como o histórico de parentes com a doença, devem realizar o primeiro exame aos 40 anos de idade. Dependendo da situação do paciente é recomendado realizar os exames anualmente ou até semestralmente.

Qual é o tratamento para o Câncer de Próstata? 

Quando o diagnóstico do Câncer de Próstata é feito precocemente, o tratamento é extremamente eficaz, garantindo 90% de chances de cura. O tipo de tratamento escolhido varia de acordo com a situação do paciente e grau de evolução da doença em seu organismo. 

Os tratamentos mais utilizados são:

• Remoção cirúrgica do tumor - utilizada nos casos em que o tumor está localizado;

• Radioterapia ou quimioterapia – utilizada em casos, nos quais o tumor entrou em metástase ou como complemento da cirúrgica de remoção;

• Terapia hormonal - controla os hormônios, que estimulam a evolução do câncer.

Como prevenir o Câncer de Próstata?

A principal e mais recomendada medida preventiva é a realização constante dos exames de toque retal e PSA, principalmente após os 50 anos de idade. O acompanhamento médico é ideal para o diagnóstico precoce do Câncer de Próstata. Além disso, viver com bons hábitos é uma das melhores prevenções contra essa doença e muitas outras.

Hábitos que você pode adotar na rotina são:

• Manter uma alimentação saudável;

• Praticar atividades físicas;

• Evitar o consumo de tabaco e bebidas alcoólicas;

• Evitar o sobrepeso e a obesidade;

• Manter em dia os exames de rotina;

• Manter um comportamento sexual seguro;

• Identificar e tratar adequadamente a hipertensão, diabetes e problemas de colesterol.

Não seja pego de surpresa. Cuide-se e previna-se contra o Câncer de Próstata, tenha uma vida saudável e alegre na melhor idade.

Gostou do nosso conteúdo? Acesse nosso blog e descubra muitos outros assuntos superinteressantes. Aproveite e acompanhe nossas redes sociais para mais dicas: Instagram e Facebook.

E lembre-se, conte sempre com o Laboratório Exame para realizar os seus exames com eficácia e qualidade. Caso queira agendar o seu, ligue para o telefone (18) 3622-0011 ou através do WhatsApp (18) 98119-3963.


Existe algum tipo de alimento que pode atrapalhar o tratamento do câncer?

A alimentação é um ponto que deve ser levado a sério por todas as pessoas, afinal ela interfere diretamente em nossa saúde. Por exemplo, é comprovado que uma dieta pobre em frutas, legumes, verduras e com o excesso de alimentos gordurosos e ultra processados podem fazer mal ao organismo e interferir na qualidade de vida.

Ao realizar o tratamento do câncer, muitos pacientes e seus familiares sentem dúvidas em relação a alimentação, pois tem medo de que determinados alimentos possam interferir no tratamento. Por isso no artigo de hoje iremos te responder se existe algum tipo de alimento, que pode atrapalhar o tratamento do câncer, confira!

 

Algum alimento específico pode realmente atrapalhar o tratamento do câncer?

De acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade de Harvard, nos Estados unidos, o aminoácido leucina pode atrapalhar o tratamento do tipo mais comum de câncer de mama.

A leucina é uma substância, que atua na manutenção das células do corpo e auxilia na saúde dos músculos. Está presente em diversos alimentos como carnes, leites e proteínas vegetais.

Os cientistas responsáveis pelo desenvolvimento da pesquisa, realizaram testes em células isoladas no laboratório e a partir dos resultados, descobriram, que ao aumentar os níveis de leucina em conjunto com um tipo específico de tratamento intensificava o crescimento do câncer de mama, agravando o caso. Contudo, foi observado, que a restrição desse nutriente suprimia a atividade maligna da doença.

Esse comportamento da leucina foi observado em um tumor de mama com receptor de estrogênio, subtipo que corresponde a quase 70% dos casos dessa doença.

A ideia é que através da descoberta obtida com a pesquisa, seja utilizada para o desenvolvimento de remédios, que sejam capazes debloquearem a ação da leucina nos tumores.

Contudo a pesquisa ainda não se encerrou. O grupo de cientistas responsáveis está estudando quais são os efeitos no organismo ao cortar alimentos, que contenham leucina da dieta, se isso traz algum tipo de benefício ao corpo ou tratamento.

 

Apontamentos a respeito da pesquisa

Patrícia Jucá, Oncologista e Mastologista da unidade especializada nas mamas do Instituto Nacional do Câncer (INCA) diz: “A relação entre leucina e resistência ao tratamento do câncer de mama com receptor de estrogênio não está bem estabelecida. Os estudos são preliminares, com experimentos realizados em cultura de células e camundongos”.

Ou seja, a ligação ainda pode ser distante quando aplicado em seres humanos. De acordo com especialistas, ao tratar um câncer, é necessário manter uma boa dieta. A hipótese de tirar leucina da alimentação, é retirar proteínas importantes da alimentação, o que ocasiona a perda de massa muscular e força, o que de fato pode prejudicar o paciente e o tratamento dele contra o câncer.

 

Afinal, quais alimentos devem ser evitados no tratamento do câncer?

Não existe nenhum estudo comprovado sobre alimentos, que interfiram de fato no tratamento do câncer, contudo essa doença é severa e o tratamento causa um grande impacto no organismo, por isso a alimentação deve ser extremamente balanceada para que o paciente se mantenha forte durante o processo.

 A falta de apetite é um sintoma associado ao tratamento contra o câncer e isso pode levar a desnutrição. Por isso é ideal para uma boa recuperação, que o paciente mantenha seu peso e garanta uma ingestão adequada de nutrientes em sua dieta, consumindo frutas, verduras e legumes, isso o ajuda a fortalecer seu organismo.

Mesmo não existindo alimentos, que atrapalhem diretamente o tratamento, alguns tipos de alimentos devem ser deixados de lado para uma melhor recuperação, são eles:

 

Alimentos ultra processados

Esse tipo de alimento geralmente possui excesso de sal, açúcar e substâncias como nitrito e nitrato, que são bastante prejudiciais à saúde do paciente. Além disso, esses alimentos podem aumentar a obesidade e gordura visceral, que são considerados fatores de risco para doenças como o câncer de mama, o que consequentemente atrapalha o tratamento.

Alimentos feitos sob fritura

Muitos alimentos, quando expostos ao óleo quente e gorduroso, como acontece no processo de fritura, podem liberar substâncias potencialmente cancerígenas, além disso o próprio óleo pode formar uma substância cancerígena chamada acroleína.

Outro ponto é que os alimentos feitos sob fritura podem provocar quadros de colesterol e de doenças ainda mais graves como infartos ou AVC, por isso devem ser evitados.

Alimentos Açucarados

O excesso de ingestão de açúcar pode provocar doenças como obesidade, que está ligada a alguns tipos de tumores na mama e no trato digestivo. Além disso essa substância pode danificar estruturas celulares do organismo.

Bebidas alcoólicas

O excesso de bebidas alcoólicas está relacionado ao surgimento de tumores na mama, na cavidade oral e no fígado, por isso o recomendado é que ao realizar um tratamento de câncer, evite esse tipo de bebida. Além disso, caso o paciente possua algum tipo de ferida ou machucado na boca, garganta ou trato digestivo, pode ser que o álcool agrave essa situação.

 

O melhor método de ter uma alimentação com todos os nutrientes necessários para a saúde durante um período como o tratamento do câncer é com ajuda profissional, por isso procure também um nutricionista para te auxiliar nessa jornada.

Contudo, fazendo essas restrições alimentares você já está a um passo de ter uma alimentação mais saudável e que ajuda a manter o seu corpo e organismo forte durante o tratamento de câncer. Além disso, evitar esses alimentos te ajuda a evitar várias doenças crônicas como a diabetes e hipertensão.

Mantendo uma alimentação regrada, sem esses itens no cardápio, você também reduz as chances de uma recidiva, ou seja, surgimento deum novo câncer e melhora a sua qualidade de vida.

Quer mais dicas para cuidar da sua saúde e prevenir o câncer de mama? Confira nossos artigos:

·        Saúde da mulher: exames importantes que devem ser realizados periodicamente

·        Qual é a importância de fazer um Check-up?

Gostou do nosso conteúdo? Acesse nosso blog e descubra muitos outros superinteressantes. Aproveite e acompanhe nossas redes sociais para mais dicas: Instagram e Facebook.

E lembre-se, conte sempre com o Laboratório Exame para realizar os seus exames com eficácia, segurança e qualidade. Caso queira agendar o seu, ligue para o telefone (18) 3622-0011 ou através do WhatsApp (18)98119-3963.

 

 

Fonte: Veja Saúde